Paiterno

Paternidade e criação de filhos

Proposta cultural para pais e mães que desejam pensar sobre parentalidade, paternidade e criação de filhos.

Cultivar ferramentas para potencializar os laços afetivos, os vínculos, os cuidados com os filhos e os afetos com os parceiros na criação dos filhos.

3 Ações

Conversas Paiterno

Conversas sobre temas ligados à paternidade e à parentalidade

Roda de Paternidade

Encontro para cultivar ferramentas culturais de paternidade e parentalidade

Escuta empática

Encontro para cultivar ferramentas e práticas culturais que favorecem a gestão das emoções, dos afetos e das comunicações.

Paternidade e Criação de Filhos

Conversas Paiterno

Conversas sobre paternidade
e criação de filhos.

Tema atual: «Querer Uma Criança».

Paternidade e Criação de Filhos

As Conversas Paiterno tecem reflexões em conjunto com pessoas envolvidas diretamente com gestação, parto, pós-parto, paternidade e criação de filhos.

Assim, convidaremos doulas, obstetras, enfermeiras obstetras, psicólogos, psicanalistas, mães e pais que podem partilhar suas histórias, observações e inquietações.

Proximas datas

Horário de Portugal.
Para o Brasil, conte menos 4 horas.

O tema atual

Querer Uma Criança:
Sonho de Gravidez, Nomes do Pai e Histórias de Família
.

Este tema tem três linhas guias:

1. Sonho de gravidez
Como se dá a gestação, o parto e o pós-parto, tanto para a mulher como para o homem? Quais as transformações, emoções e pensamentos que podemos observar naqueles que participam na gestação, no parto, nos cuidados e na educação de uma criança?

2. Nomes do pai
O que é o Nome do Pai, os nomes do pai e a função de um pai? Quais são as implicações da chegada de um bebé para um pai? Como se exerce a função paterna hoje? Ainda existem funções masculinas e femininas, paternas e maternas? O que é a parentalidade contemporânea?

3. Histórias de família
De onde vem a família contemporânea? Quais são as atuais formas de organização familiar? Como se estruturam os lugares do pai e da mãe na atual parentalidade? Após uma separação conjugal, como fica a relação entre pais e entre os pais e os filhos? Como se sustentam os novos arranjos familiares? A criança será ainda his majesty the baby, o centro dos olhares da família?

Este tema é a base das atividades preparatórias para o Pipol 10 – Congresso Europeu de Psicanálise, que acontecerá em Bruxelas nos dias 3 e 4 de Julho de 2021.

Para tal, a Nós Bobôs também propõe um grupo de estudos em psicanálise.

Paternidade e criação de filhos

Roda de Paternidade

Ferramentas culturais para pais e mães.

Cultivar a Paternidade de cada Um.

Nutrir as relações com os filhos e com os parceiros na criação dos filhos.

Próximos encontros

Horário de Portugal.
Para o Brasil, conte menos 4 horas.

A intenção da Roda de Paternidade

É uma Roda de cultivo de ferramentas culturais para a Paternidade e Parentalidade de cada Um através da criatividade.

A Roda de Paternidade é um espaço onde cada Pai e Mãe pode falar sobre Paternidade e Parentalidade para cultivar as suas próprias intenções.

É dedicada ao cultivo de ferramentas culturais e da criatividade que auxiliam a nutrir e a cuidar das relações com os filhos e com os parceiros na criação dos filhos.

Ao mesmo tempo, é um momento de diálogo e apoio para criar, cultivar ou aprimorar as relações e os laços afetivos.

Buscamos, acima de tudo, construir relações respeitosas, sensíveis e afetuosas, seja com os filhos, com os parceiros ou com quem estiver próximo das crianças.

Para isso, a proposta busca inspiração e suporte na Psicanálise (de Orientação Lacaniana), na Comunicação Não-Violenta, na Disciplina Positiva, na criatividade e na Escuta Empática.

As Bases

Encontros periódicos de partilhas, nutridos principalmente de confiança e apoio mútuo.

O objetivo é cultivar ferramentas e recursos que ajudam os Pais (e as Mães, também) a libertar a sua criatividade nas relações quotidianas com os filhos. Com isso, criam-se relações respeitosas, sensíveis e afetuosas com os filhos e com os parceiros na criação dos filhos, fortalecendo os laços afetivos que constroem as relações com as crianças e em torno das crianças.

É uma proposta em construção constante e gostaríamos que cada um pudesse manifestar as suas inquietações para construirmos juntos.

Quem conduz a Oficina é Gilson Beck.

Inscrição e Contacto

A inscrição é importante para a organização das atividades da Paiterno.

Pedimos que preencha as informações abaixo.

Se preferir, pode contactar pelo +351 912104122 (Telemóvel/WhatsApp).

Textos de Apoio

Textos da Nós Bobôs relacionados com a Paiterno:

Quem conduz a Paiterno

Gilson Beck

Gilson Beck

É professor e usa a Psicanálise, a Comunicação Não-Violenta e a Disciplina Positiva como as principais ferramentas para as aulas e para a relação com os alunos.

Com o intuito de perceber melhor as variadas formas de relações humanas, estuda Psicanálise na Antena do Campo Freudiano (ACF-Portugal) e tem contato com a Rede Portuguesa de Doulas. Seu primeiro contacto com a CNV foi nos cursos do Dominic Barter (no Rio de Janeiro) e depois com o Instituto CNV Brasil (Brasília).

É mestre em composição musical pela Universidade de Évora e sua tese explora uma técnica de composicional apoiada na teoria da Psicanálise de Jacques Lacan, principalmente na teoria do Nó Borromeano e do RSI. Como resultado, suas composições receberam o «Prêmio Funarte de Composição Clássica» por 3 vezes consecutivas.

Além disso, é pai de um menino de 7 anos e poucos meses.

Para manter uma sistematização teórica que dá suporte às práticas, escreve sobre os temas da Nós Bobôs (nosbobos.pt/textos).